TOP 50 | As melhores faixas do K-Pop em 2015 (37ª até 26ª)

E aqui vamos nós com a segunda parte do ranking de faixas do K-Pop em 2015. Anteriormente nessa delícia, vimos iKON conseguindo uma posição oficial na lista enquanto Girls’ Generation teve sua aparição limitada à uma menção honrosa, Hello Venus quebrando até o chão de color coded e um dos singles mais aclamados do Wonder Girls morrendo logo no início.

E agora, quais paradigmas a respeito do meu excelente e intocável gosto musical (huahuahua) serão quebrados abaixo quando eu chutar mais hinos em posições baixas nessa lista? Confiram…

Continue lendo “TOP 50 | As melhores faixas do K-Pop em 2015 (37ª até 26ª)”

Anúncios

TOP 50 | As melhores faixas do K-Pop em 2015 (50ª até 38ª)

E lá vamos nós com mais uma daquelas séries de posts relembrando, num ranking, o que de melhor rolou na cena Pop coreana em algum ano que já habita um passado distante o bastante para que novos fãs mal tenham ideia da existência de tais músicas. No caso, 2015. Pois é, o público capopeiro se renova assim.

Enfim, aquelas coisas batidas de introduções: Isso aqui, na real, é um repost, comigo recuperando a lista do limbo e corrigindo uma série de problemas que rolaram nela após transferir o conteúdo do Esquadrão Lunático lá do Blogger aqui pro WordPress. Óbvio que, aproveitando a situação, dei uma atualizada nas opiniões, riscando umas aparições que mal escuto mais e acrescentando outras que, com o tempo, acabaram se tornando mais importantes em minhas playlists.

São cinquenta músicas em ordem de preferência, lançadas em 2015 e… Só. Não usei coisas como vendas, repercussão cultural ou trecos do tipo na hora de compilar. Só o meu gosto pessoal. Até porque, é pra isso que vocês frequentam esse blog, né? :v

Primeira parte hoje, as outras três até domingo. Façam suas apostas e não me xinguem por a única canção o Girls’ Generation a marcar presença ser “Catch Me If You Can”:

Continue lendo “TOP 50 | As melhores faixas do K-Pop em 2015 (50ª até 38ª)”

Chung Ha solta “Love U”, sua contribuição para o verão coreano (+”Here We Are”, da Ashley)

A galera por trás da carreira da Chung Ha foi bem esperta em resolver trabalhá-la como solista em vez de seguir o caminho comum às ex-I.O.I/P101 e diluir seu apelo num outro girlgroup enorme. O resultado é ela ter se tornado o nome mais rentável entre as participantes do reality, com um debut (que eu não curto) extremamente bem sucedido e um primeiro comeback (que eu adoro) entre os maiores hits do primeiro semestre desse ano.

Com essa curta, mas efetiva bagagem, a gostosa está de volta com Love U, sua contribuição para a já comum enxurrada de lançamentos temáticos que rolam para o verão sul-coreano. Confiram…

Continue lendo “Chung Ha solta “Love U”, sua contribuição para o verão coreano (+”Here We Are”, da Ashley)”

Triple H está de volta com “Retro Future”, naquele limbo safado entre 80s e 90s ♥

Ano passado, a Cube resolveu debutar a HyunA décima nona vez, agora com dois moleques do Pentagon num trio intitulado Triple H (pois o nome deles começa com H e pá). A atitude foi contestada por uma porção de gente, acusando a gravadora de tentar recriar aquela magia jovem, rebelde e ligeiramente suja do Trouble Maker, duo que a ex-4MINUTE protagonizava com aquele ex-Beast que eu não me lembro o nome. E quando 365 Fresh saiu, huh, isso se confirmou.

Mas não é como se eu realmente ligasse para esses pormenores da indústria coreana. O Triple H, de fato, foi um novo Trouble Maker com metade do elenco. No entanto, o que eles entregaram em som e vídeo foi tão satisfatório, divertido, recheado de camadas e interessante de ouvir, assistir e falar sobre que acabou me conquistando de cara e se tornando um dos melhores capopes de 2017.

Então, quando anunciaram um comeback para hoje, eu mal me preocupei, pois já tinha quase certeza de que, novamente, estaria diante de um highlight que se tornaria um vício eventual. E aí, Retro Future saiu e…

Continue lendo “Triple H está de volta com “Retro Future”, naquele limbo safado entre 80s e 90s ♥”