BLACKPINK, “DDU-DU DDU-DU” e a dificuldade de curtir um grupo cujas músicas não dão vontade de ouvir

 

E aí que o BLACKPINK tá na área, depois de quase um ano de hiato, muito descaso da YG Entertainment, piadas sobre o enorme repertório de 5 músicas e uma centelha de fãs/blogs do Pop ocidental tentando fazer acontecer a máxima de que elas são o maior nome do K-Pop na atualidade.

Eu poderia fazer outro daqueles posts bait super apelativos e reunir mais algumas dezenas de milhares de views acompanhados de xingamentos (saudades 2016), mas o meu sentimento ao escutar DDU-DU DDU-DU caminha bem mais para o lado da decepção que do deboche:

Vamos lá, eu realmente queria MUITO, mas muito MESMO, curtir o BLACKPINK. Elas carregam tudinho o que eu mais aprecio em girlgroups e, post a post nesse blog, reclamo por o cenário coreano estar matando: o visual fashionista tá lá, a atitude agressiva intimidadora, o line up enxuto (são só quatro em vez de oito, nove pra cima), as diferenças entre os timbres vocais (dá para reconhecer quem canta o que sem precisar assistir no clipe), a capacidade de entregar performances ao vivo decentes, com todas mandando bem cantando, rimando, dançando e tals.

Mas, bicho, as músicas que elas lançam não me despertam vontade nenhuma de ouvir mais que uma vez. Nada do que elas soltaram entre 2016 e 2017 foi realmente ruim/ruim, mas tudo peca em, ou adicionar elementos exagerados demais que fazem com que seja cansativo escutar tudo até o fim (“Boombayah”, “Whistle”, “As If It’s Your Last”), ou apenas ser genérico ao máximo e o resultado se perder em meio a tantos trecos parecidos melhores (“Stay”, “Playing With Fire”).

Esses erros até que seriam aceitáveis de um act de empresa pequena, mas cacete, elas vêm da YG, a segunda maior gravadora do cenário idol coreano. Como lidar com isso? Como curtir um grupo que tinha tudo para ser incrível, mas não faz O MÍNIMO para isso? É frustrante.

Voltando para “DDU-DU DDU-DU”, ignorando o fato de, provavelmente, essa ser só uma demo engavetada do iKON, sinto nela o mesmo incomodo que vi no debut do Weki Meki acima. Há um excesso de BARULHO que deixa a música pouco melódica e curtível. Os sintetizadores no final, em especial, são quase irritantes.

Eu ouvi uma vez hoje de manhã quando acordei, depois ouvi outra assistindo um vídeo com a tradução, outra dentro do mini-álbum e mais uma escrevendo esse post. Honestamente, deu vontade de ficar só na primeira tentativa. Até é interessante ver meninas fazendo esse tipo de som, geralmente mais associável a atos masculinos, ainda mais com todas bem fodonas no videoclipe, mas não dá vontade de repetir. E o K-Pop (a música Pop num todo, btw) é feito da repetição, do grude. Se não há replay factor, me acaba sendo inútil.

No momento que solto esse post, o MV já bateu 16 milhões de visualizações no YouTube. Provavelmente, chegará rápido em 100. Também é certeza que vários youtubers e sites/portais/blogs de cultura Pop ocidental colocarão esse comeback como um dos melhores do ano, já que não acompanham de fato o que ocorre nesse nicho, não conhecem outros artistas. Mas não se enganem: é só por serem da YG, é herança do 2NE1, que ficou mundialmente famoso e acabou se tornando sinônimo do que é K-Pop para essa galera.

“DDU-DU DDU-DU” é a pior música do BLACKPINK e uma das piores de 2018 até então. E eu fico péssimo ao dizer isso, pois queria que fosse o contrário.

Achei o mini bacaninha, mas genérico.

E pensar que essas duas músicas aí poderiam ser os singles em vez de só usadas no reality flop lá…

Anúncios

23 comentários em “BLACKPINK, “DDU-DU DDU-DU” e a dificuldade de curtir um grupo cujas músicas não dão vontade de ouvir

  1. Quando ouvi a primeira coisa que veio na minha mente foi o Ikon e ouvindo o mini, o Winner. Sério, muito genérico, sem sal, sem graça. Quando olhei o nome DDU-DU DDU-DU, pensei que ia ser algo bem chiclete, que ficasse na mente tipo Likey do Twice ( por mais que os vocais na música são demasiadamente irritantes, Likey não sai da cabeça), mas sinceramente nem lembro como a música soa. BlackPink tinha tudo pra ser um dos melhores grupo do cenário atual do k-pop, mas permanece na decepção. Agora minhas ”esperanças” foram pra o Idle e Loona eu não irei criar expectativas para não me decepcionar.

    Curtido por 3 pessoas

    1. Falando em LOONA, ainda estou gargalhando com o fora da “professora” das yyxy tentando adivinhar a idade da Olivia Hye:

      (em defesa dela, pelo menos ela praticamente acertou as idades das outras três, ficando dentro da margem de erro)

      Curtido por 1 pessoa

  2. É o que disseram: MV lindo, música bem qualquer coisa… Esse ano tá difícil pro povo do primeiro escalão, hein? E pensar que elas chegaram a mudar as coisas com o refrão synthpop do single do ano passado… Mas Teddy Park é Teddy Park, né? O que significa que SEMPRE tem que ter cagada no meio. E o que me deixa mais indignadx é que o jumento do YG poderia muito bem ter gasto Like a Star lá do MIXNINE com elas, como você disse. A música seria um verdadeiro brilho na discografia das meninas e daria um segmento mais bem estruturado ao que a YG começou com o Blackpink no ano passado: pop chiclete gostosinho com uma suavização do badass concept. Pelo menos tem Heejin e Hyunjin fofíssimas na live

    Curtido por 1 pessoa

  3. Gostei muito do Mv pq todas estavam lindas maravilhosas, mas a música nossa nem sei o que escrever estou muito decepcionada. Esperava a versão Can’t Nobody mas… a YG não sabe gerencia os talentos ali presente.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Eu nem tava esperando por esse comeback, tanto que vi no YouTube de surpresa. Mas como era BLACKPINK, eu tinha minhas expectativas. Mas tá bem ruim mesmo (a música, o MV tá lindo).

    Elas poderiam ter começado a construir uma identidade sonora com algo mais pro lado de As If It’s Your Last (melhor delas pra mim), mas como é da YG tem que pegar esse remix horrível de Black Dress mesmo…

    Curtido por 1 pessoa

  5. Nem para ter o “BlackPink in your area” essa porra tem, vergonha em YG
    A sensação que tenho ou ao ver o clipe ou ouvir a música é de preguiça… Pelo menos elas tem 9 músicas… Já é algo certo?

    Curtido por 1 pessoa

  6. Eu achei o mini uma completa bagunça, parece músicas que bg’s lançariam. Tirando Really (Que é genêrica e chatinha) as outras parece uma mistureba doida de sons. See u Later poderia ser boa, mas o refrão é cagado. Forever Young é mais do mesmo, mas seria melhor sem aquele final sem sentido. E a single é apenas… ruim.
    Já tentei, mas não dá. Blackpink é só mais um descarte do 2ne1, e o MV é parecido com I Am The Best, YG nem se preocupa em dá uma imagem própria pro Blackpink; e essas páginas ocidentais que ficam pagando pau pra elas e não sabem nem um terço do que acontece no kpop me enche o saco.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Nossaa, eu não canso de escutar a música nova das meninas, comigo funcionou muito. Mas também dificilmente eu concordo com as opiniões do blog, mas acho elas engraçadas por isso sempre volto hahahah, não temos o mesmo gosto musical definitivamente.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Pra ser sincero, eu também gostei da música. Não amei, mas gostei. Talvez porque eu nunca me interessei muito pelo BLACKPINK, então não tinha expectativa nenhuma quando ouvi a música.

      Curtido por 1 pessoa

      1. Eu sou fã dos doramas coreanos e acompanho apenas alguns atos do KPOP, desse eu gostei, não tinha nenhuma expectativa também, vai ver é por isso, escutei sem nenhum conhecimento sobre a empresa, grupo e etc.

        Curtir

  8. Miga, você nunca vai escrever um bom review se você não gosta de BLACKPINK. Pelo artigo da pra ver que vc é a típica GG STAN(menos BLACKPINK). DDU-DU DDU-DU tem um refrão viciante e a música combinou perfeitamente com o timbre das meninas..o TEDDY acertou na mosca e fez mais um hit e até agora elas seguem tendo a discografia impecável. A produção e a letra nota 10. Eu acho que se você não gosta do estilo música genérica e misturada, então você não devia escrever sobre pois sempre teremos TUDO negativo. Se fosse TWICE com essa música tenho certeza que vocês estariam amando. Nesse momento em que estou escrevendo, DDDD chegou ao 63° PERFECT ALL KILL. O que significa que a música é BOA sim.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Não necessariamente. Gostar de um grupo não significa aceitar os eventuais erros que eles podem cometer ao longo da carreira. Não gostar de uma música, assim como não apoiar quando não acha que deve apoiar, não significa não gostar de um grupo.

        Curtir

    1. Então só por que você não gostou da música, ela é um lixo???
      Cada um tem um gosto musical, aqui é um blog de opinião e por isso respeito que o autor do texto não tenha gostado, porém, chamar de lixo a música e chamar quem gosta desse tipo de som de “coitadas” é só você não respeitando opiniões diferentes da sua.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s