Sohee tá de volta com a bonitinha “Hurry Up”

E, infelizmente, a música não faz muito mais além disso aí não.

Vocês conhecem a Sohee, não? Aquela gatinha que participou da última edição do “K-Pop Star”, fez um barulhinho com sua versão de Hush, do miss A, depois debutou solo com a gostosinha Spotlight, mas aí afundou na porcaria aegyo que o Elris se mostrou.

Já cantei essa bola aqui algumas vezes, mas sempre imaginei o quão desapontada essa garota ficou com o rumo que sua carreira tomou. Dentro do que era mostrado do “K-Pop Star” (não vi o programa, mas tem uma porrada de vídeos de apresentações no YouTube, a de 2 Different Tears é a minha favorita), era perceptível o esforço dela em se preparar para atuar como uma solista das antigas, que canta, dança, interpreta o que é pedido.

Imaginem ver esse esforço todo ser diluído dentro de um grupo tão derivativo quanto o Elris, um pastiche de outros acts aegyo sem qualquer brilho próprio (e afirmo isso mesmo curtindo Pow Pow), deve ser uma merda. Inclusive, tenho em minha cabeça a fanfic de que ela provavelmente deu um escândalo nos corredores de sua gravadora exigindo que “Focus” entrasse na tracklist do mais recente mini do quarteto, chantageando os engravatados de lá com algum vídeo constrangedor em mãos exigindo tal release mais maduro, mesmo que trabalhado tão porcamente durante as promoções.

hino

Não é a toa que, nos últimos dias, ela soltou vários vídeos “fortalecendo” essa persona diva do Pop como prévias. Teve performance de Vogue, da Madonna, medley com sucessos internacionaismedley com sucessos de cantoras coreanas de diferentes décadas… O esforço em moldar tal imagem é perceptível. Então, é bem bacana ver que, enfim, ela conseguiu novamente seu lugar ao sol dentro da agenda de lançamentos reduzida de sua empresa. Ela é boa nisso, é bom ver talentos assim sendo explorados.

O problema é que toda essa jornada acaba sendo bem mais interessante que Hurry Up em si. Não que a música seja ruim (me soa como uma versão mais adocicada de Roller Coaster), mas não é também como se ela fosse a salvação de almas que “Spotlight” foi, numa comparação interna. 2018 está MUITO forte para solistas, com releases bem variados e, de certa forma, únicos entre si. “Hurry Up” é só um canal fofo para que a Sohee mostre que ainda existe e que pode render bastante, caso invistam corretamente nela. Como música… Nhé, há mais o que ouvir por aí.

Fico feliz por esse ~redebut~, mas não me deu vontade de escutar mais que o suficiente para escrever esse post. Sei lá, acho que o final do ano e a eminente proximidade com as listas de melhores de 2018 está jogando a minha exigência para lançamentos lá em cima. Se não for realmente muito bom, não prende minha atenção. Sucesso para a Sohee.

Anúncios

3 comentários em “Sohee tá de volta com a bonitinha “Hurry Up”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s