BoA já está de volta com “Woman”

SM ficou um tempão miguelando novidades dela, aí resolvem soltar logo quatro álbuns em menos de um ano só para foder meu top em dezembro. -n

Vocês provavelmente já viram, ouviram, repetiram e enjoaram, mas a BoA voltou essa semana com ainda outro lead single, Woman, servindo de title para seu mais recente LP. Esse é seu nono full album coreano, sendo o quarto trabalho dela só em 2018, que já contou com um EP pro K-Pop (resenha aqui), um LP-fecha-era (resenha aqui) e um EP de regravações pro J-Pop.

Não que eu esteja reclamando, muito pelo contrário até. Adoro a BoA. Pra mim, quanto mais coisa nova dela para encher minhas playlists, melhor. Só é uma pena não ter rolado um planejamento melhor em distribuição de tal material. O “Kiss My Lips”, seu oitavo álbum, foi solto em 2015. Teria sido mais interessante se o “One Shot, Two Shot” viesse ano passado em vez de só o digital single de “Camo”, mantendo a frequência de álbuns com uma certa coerência. Mas enfim, se tratando de SM, melhor esse exagero de uma vez só do que nada.

Falando de “Woman” especificamente, gosto muito das escolhas sonoras e temáticas colocadas aqui. O instrumental é aquele Pop/Funk Michael & Janet que ela já faz há tempos e eu adoro, com o baixo marcando forte os versos até que surja o refrão explosivo. A letra sobre ser uma mina fodona apenas por ser foda ser uma mina é bem legal. O videoclipe referenciando o de Formation, da Beyoncé, também é bem legal – em especial, a cena dela literalmente caminhando de cabeça para baixo é impressionante, inventivo. É o tipo de coisa que destaca o quão forte é a BoA como performer, jogando o nível lá para cima. Uma meta que outras solistas deveriam tomar para si.

Já quanto ao álbum, não tenho muito o que desenvolver além de destacar o fato de que nenhuma música nele é ruim. Tenho escutado ele desde o lançamento e a tracklist é bem agradável do início ao fim, embora não rolem tantos momentos diferenciados e de ápice. Gosto bastante do garage house vibrante de “Like It!”, é a minha favorita nele.

Enfim, foi um ano ótimo em repertório para a BoA. Como fã, não poderia estar mais satisfeito. Eu estava meio chato em fevereiro, por isso dei uma nota baixa para o “One Shot, Two Shot”, mas o tempo fez muito bem para o mini em minha cabeça, com algumas das canções nele já tendo vaga garantida em minha eventual lista de melhores do ano – Recollection, em especial, é tão bonita. Ouço todos os dias. Fazer o que se ela é ótima tanto em estilos sonoros mais datados dos anos 2000, quanto em trends da juventude atual?

Btw, a música nova do Little Mix, com participação da Nicki Minaj, tá nessa mesma linha de “Woman”, inclusive o vídeo (e a letra) também homenageia Beyoncé. Não sei vocês, mas curto bastante o trabalho do grupo. Acho que, aqui, elas entregaram sonoramente tudo o que o 2NE1 falhou ao tentar misturar reggae light com Pop eletrônico na sofrida Come Back Home.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s