Lembram quando o After School Red pisou no aegyo do Blue com “Night Into the Sky”? (2011)

O Pristin retornará semana que vem (28) através do debut de sua primeira subunidade, Pristin V, formada pela Pinky, pela Nayoung cara de pudim e outras três que não são a Yuha. Para quem estava esperando uma versão 2018 do Orange Caramel (eu), receio informar que o caminho não deve ser esse – ao menos, é isso que indica o teaser saiu hoje (assistam aqui).

Os visuais das garotas, dos cenários e a canção de fundo levam prum local bem mais sensual em vez do aegyo creepy humorístico do falecido trio. O que, imediatamente, me remeteu a outra unit do After School:

Continue lendo “Lembram quando o After School Red pisou no aegyo do Blue com “Night Into the Sky”? (2011)”

Anúncios

Lembram quando o Red Velvet debutou num mar de merdas com “Happiness”? (2014)

Huh, eu estava ligeiramente entediado com a vida essa semana, então escrevi vários “Lembram quando…?” numa tarde vazia, que irei soltando ao longo do tempo. Essa tarde, no caso, foi regada a nostalgia, pois eu era um blogueirinho capopeiro num portal de anime on fire em 2014, cobrindo vários dos troços que saíam à época. Então, relembrar os trecos desse ano me traz uma sensação agridoce de a) felicidade pelo ânimo que eu tinha em tal período e b) vergonha alheia pelas pérolas resultadas de minha pouca experiência. Hoje em dia, sou bem menos apelativo e mais equilibrado em minhas opiniões.

Dito isso, confiram meus comentários atualizados sobre a MERDA TERRÍVEL que é Happinessdebut do Red Velvet… *0*

Continue lendo “Lembram quando o Red Velvet debutou num mar de merdas com “Happiness”? (2014)”

Lembram quando o Sistar soltou o melhor single de verão de todos os tempos em “I Swear”? (2014)

E aí que a semana está está que é puro tédio, com nadinha de interessante sendo lançado nem na Coreia, nem no Japão. Na China eu não olhei, pois… Alguém ainda olha pra o MandoPop? Fica aí no ar.

Então, resolvi retomar aquele quadro de relembrar bops antigos que, teoricamente, seria semanal, mas esqueci que existia. Junto disso, já quero adiantar logo os trabalhos de esquenta para o top 2014 que repostarei mês que vem, então caiu mesmo a calhar.

Pra dar o pontapé nesse comeback, vamos relembrar as gostosas do Sistar no que é não só o meu single favorito delas, mas o meu treco de verão favorito do K-Pop em todos os tempos: I Swear

Continue lendo “Lembram quando o Sistar soltou o melhor single de verão de todos os tempos em “I Swear”? (2014)”

Lembram quando o Perfume ainda lançava música boa em “Spice” e “Glitter”? (2011)

É a primeira vez que faço um post solo para o Perfume aqui no blog? Que bizarro. Esse deve ser um dos meus grupos Pop favoritos dentro da cena asiática, com várias e várias faixas frequentemente tocando em minhas playlists. É estranho eu nunca ter dedicado nada ao trio além de participações em tops e pacotões.

Parando pra pensar, só comecei mesmo com o blog bem depois do lançamento do “Cosmic Explorer” (2016), e como nada delas depois disso valeu mesmo a pena, não chega a ser tão surpreendente assim.

Enfim, ainda naquele esquema de esquenta pro ranking de melhores de 2011, confiram meus comentários sobre o single Spice e a b-side Glitter

Continue lendo “Lembram quando o Perfume ainda lançava música boa em “Spice” e “Glitter”? (2011)”

Lembram quando o Infinite lançou um dos maiores hinos de boygroups coreanos em “Be Mine”? (2011)

E aí que ontem teve debut (eles debutaram de verdade dessa vez ou aquilo é outra mixtape?) do novo grupo de pirralhos da JYP Entertainment, além de um comeback do Monsta X. Honestamente, depois de ouvir ambas as faixas de trabalho, percebi que não tinha muito o que comentar de tais canções, então resolvi ignorá-las por enquanto para relembrar ainda outro bop de 2011 pro esquenta do top que virá em breve, com os tios do Infinite em um dos maiores números masculinos da história do K-Pop.

Ouçam aí Be Mine

Continue lendo “Lembram quando o Infinite lançou um dos maiores hinos de boygroups coreanos em “Be Mine”? (2011)”