TOP 40 | As melhores faixas do J-Pop em 2015 (10ª até 01ª)

E chegamos ao fim da lista com as quarenta melhores faixas do J-Pop lançadas em 2015, encerrando também a trinca de tops aqui do blog, que começou relembrando as mais tocadas (em meus fones de ouvido, claro) em 2014, dando uma pincelada na cena coreana do ano seguinte e já partindo para 2016.

Em ordem anual, as posições mais altas dos pódios capopeiros foram ocupadas, respectivamente, pela loucura sônica do F(x) em “Red Light”, pelo swag das 4MINUTE em “Crazy” e pela Luna libertando meu corpinho em “Free Somebody”. Na terra do Goku, ficamos com FEMM fodendo garotos e ganhando dinheiro, um espaço vazio e AOA batendo racha com o T.M Revolution em “Give Me The Love”.

Finalmente esse buraco na cena nipônica de dois anos atrás será coberto agora, e finalmente também o meu toc poderá descansar em paz, permitindo que eu (olha o jogo de palavras) toque outros projetos aqui no blog. Preparem-se para descobrir quem foi melhor que todo mundo em um maravilhoso top 10 onde, ao menos, METADE das faixas são guilty pleasures meus fodidos… *0*

Continue lendo “TOP 40 | As melhores faixas do J-Pop em 2015 (10ª até 01ª)”

Anúncios

TOP 40 | As melhores faixas do J-Pop em 2015 (25ª até 11ª)

Eis que, com mais de um mês de diferença entre um post e outro, aqui está a segunda das três partes da lista que relembra quais as melhores faixas da música Pop japonesa em 2015 – na opinião desse blog, é claro. Que atraso bisonho.

Como vocês já devem imaginar nesse tipo de top, aqui estão algumas das canções mais deliciosas, divertidas, sensuais, grudentas e espetaculares de dois anos atrás. Todas valeriam uma vaguinha entre as 10 mais, morrendo na praia justamente por pura subjetividade minha, que tenho uma preferência ainda maior pelas que virão em seguida.

Será que as suas favoritas entraram? Quantas mais do Wednesday Campanella eu consegui inserir? Será que eu lembrei da existência de cantoras de menor escala como Natsume Mito e Namie Amuro? Essas e outras questões cruciais serão respondidas a seguir…

Continue lendo “TOP 40 | As melhores faixas do J-Pop em 2015 (25ª até 11ª)”

TOP 40 | As melhores faixas do J-Pop em 2015 (40ª até 26ª)

Olá, gente linda. Como estão? Bom, eu estou com um tiquinho de tempo livre nesse fim de semana, mas sofrendo pelo fato de esse final de março não estar rendendo quase nenhuma pauta quente. Logo, qual a melhor opção contra essa nova regra dos charts coreanos que faz com que os lançamentos acabem acontecendo nas segundas, deixando os domingos desse blog totalmente às moscas?

Eu aproveitar o tempo livre para colocar os animes e séries em dia, sair com os amigos ou entrar em um relacionamento sério? ERRADO! A resposta mais óbvia é: resgatar alguma pauta fria que de bastante trabalho!!!!1!1

Pois bem, no finalzinho do ano passado eu resolvi retornar ao passado e dar uma editada nos tops de fim de ano que eu produzi para um outro site que eu escrevia, dando uma atualizada com novas coisas que eu escuto desses períodos e postando de maneira seriada por aqui. Sempre separando entre K-Pop e J-Pop, pois são duas chaves diferentes na minha cabeça e meu TOC despertaria se eu juntasse tudo numa lista só, comecei com os de 2014, elegendo “Red Light”, do F(x), na Coreia do Sul e a merdavilhosa “Fxxk Boyz Get Money”, do FEMM, na terra do Goku.

Entretanto, sobre 2015, eu tive tempo apenas de revelar as minhas favoritas dentro do capope, com “Crazy”, do 4MINUTE, levando a melhor, pois a semana do natal já estava chegando e eu deveria adiantar os tops de 2016. Só que a loucura disso tudo é que, vejam só, o ranking com os jotapopes já estava escrito aqui, faltando apenas algumas edições, sendo esse engavetado por todos esses meses.

Pois bem, resolvi reviver essa matéria e, em três partes, começando por hoje, postarei quais as 40 melhores faixas japonesas de 2015.

Vocês já devem saber disso, mas é sempre bom ressaltar: o top foi montado com base na minha preferência, numa soma do que eu escutava muito na época e do que, daquela época, eu ainda escuto muito hoje. Número de vendas, acessos no YouTube ou qualquer desses dados não foram levados em conta. Além disso, também não tenho o intuito de fazer disso um panorama do que saiu de música há dois anos, logo, é possível que alguns atos apareçam mais de uma vez, enquanto outros nem lembrados sejam.

Uou, que introdução gigantesca. Se vocês não tiverem desistido no meio do caminho, confiram a primeira parte, que vai da quadragésima posição até a vigésima sexta…

Continue lendo “TOP 40 | As melhores faixas do J-Pop em 2015 (40ª até 26ª)”