Obrigatório post de primeiras impressões de “Cardcaptor Sakura: Clear Card”

E aí que o primeiro episódio de Cardcaptor Sakura: Clear Card já está entre nós e, como tenho um blog otaco, obrigatoriamente preciso fazer um post de primeiras impressões.

Confiram abaixo os meus pitacos super cheios de boa vontade a respeito dessa obra de anos 90 nostalgia fofura. Sakura cartas novas velhos personagens fãs adultos. CLAMP sucessos fórmula público familiar chegou

Continue lendo “Obrigatório post de primeiras impressões de “Cardcaptor Sakura: Clear Card””

Anúncios

Apesar dos pesares, “Lower” é ainda outro house legal vindo do (que restou do?) F(x)

Eu sou realista. Com a amadurecida de imagem que a SM deu para o Red Velvet no final do ano passado, com a ótima “Peek-a-Boo” (review do “Perfect Velvet” aqui), além das notinhas aqui e ali de um novo girlgroup a ser debutado em breve, é bem provável que o F(x) já tenha morrido e só falte mesmo enterrar através de um anúncio oficial.

Dito isso, nem sei se é bom ou ruim soltarem um STATION com a Luna e a Amber. Seria o prenúncio de uma unit póstuma apenas com a dupla? De duas carreiras solos impraticáveis dentro da empresa? Ou um gostinho do que pode ser um comeback do quarteto nesse ano que acaba de começar?

Bom, não tenho ideia. Ao menos, Lower está bem boa…

Continue lendo “Apesar dos pesares, “Lower” é ainda outro house legal vindo do (que restou do?) F(x)”

O Wendel Bezerra avisa em vídeo que a Anitta e a Pabllo não farão tema de “Dragon Ball Super”

…Ok?! Ao que parece, espalhou-se um boato em grupos de Facebook que, por sabe-se lá qual razão, a Anitta e a Pabllo Vittar cantariam a versão brasileira oficial do tema de algum próximo arco de Dragon Ball Super.

E os rumores ficaram tão fortes (dentro do nicho de fãs de “Dragon Ball Super”, huh) que o Wendel Bezerra, dublador do Goku e chefe da UniDub, responsável pela dublagem do desenho no Brasil, precisou, em seu canal no YouTube, esclarecer tais boatos:

Continue lendo “O Wendel Bezerra avisa em vídeo que a Anitta e a Pabllo não farão tema de “Dragon Ball Super””

Momoland abraça seu lado tosco (Jooe) e acerta novamente com “Bboom Bboom”

Momoland sempre foi um caso engraçado dentro do universo desse blogzinho. Todas as faixas delas me soavam inespecíficas, fazendo com que, sempre que ia colocá-las numa raspa semanal, tivesse que parar para pesquisar se aquele era o debut. Tudo bem ruim, imemoriável.

Suspeito que elas eram desconhecidas para os sul-coreanos também. Até que Jooe, por sabe-se lá qual motivo, resolveu despirocar nas apresentações ao vivo da versão EDM da grotesca “Wonderful Love”, virando um meme ambulante por seu excesso de energia fumada, rendendo comerciais ridículos e participações maravilhosas em vários programas.

Logo depois elas retornaram com Freeze, que eu curti logo de cara e escuto até hoje (o pianinho circense satânico é bom demais) e, uou, alguma expectativa para um comeback tinha que aparecer, né? Confiram Bboom Bboom

Continue lendo “Momoland abraça seu lado tosco (Jooe) e acerta novamente com “Bboom Bboom””

ANIME REVIEW | Devilman Crybaby (2018)

Bom, é janeiro de um ano novo. Hora de dar um tempinho nos lançamentos otacos, buscar umas coisas de antigamente que ainda não assisti e esperar uns meses até que a temporada caminhe para o final e, só então, começar a conferir os desenhos atuais.

Huh, pera, a Netflix resolveu soltar um anime completinho apelando para uma obra clássica do gênero e todo mundo está comentando tal pornozão? Oh wow, lá se vão minhas férias…

Continue lendo “ANIME REVIEW | Devilman Crybaby (2018)”